top of page
  • Foto do escritorlucas protti

É na escuta que o amor começa



Em um mundo saturado de estímulos e distrações, a capacidade de ouvir verdadeiramente alguém, sem interromper ou julgar, torna-se cada vez mais rara e valiosa. Na era digital, onde a comunicação frequentemente se resume a mensagens rápidas e interações superficiais, a profundidade da escuta pode ser comprometida. Redes sociais e notificações constantes competem por nossa atenção, dificultando conexões verdadeiras e significativas.


Rubem Alves nos lembra: "O que as pessoas mais desejam é alguém que as escute de maneira calma e tranquila. Em silêncio. Sem dar conselhos. Sem que digam: 'Se eu fosse você'. A gente ama não é a pessoa que fala bonito. É a pessoa que escuta bonito. A fala só é bonita quando ela nasce de uma longa e silenciosa escuta. É na escuta que o amor começa. E é na não-escuta que ele termina. Não aprendi isso nos livros. Aprendi prestando atenção."


Escutar não se trata apenas de estar presente fisicamente, mas também de estar emocionalmente disponível para o outro, criando um ambiente de aceitação e validação mútua. É nesse espaço de respeito que os relacionamentos se fortalecem e as pessoas encontram suporte emocional.


E você, tem encontrado tempo para escutar e ser verdadeiramente escutado?


-----------------------


Lucas C. Protti - Psicólogo e Psicanalista

3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page