top of page
  • Foto do escritorlucas protti

Suportar as mudanças



A vida é contínua transformação. Nada está parado, tudo se modifica o tempo todo. Muitas vezes resistimos as mudanças, pois as transições, sejam grandes ou pequenas, geram misturas de emoções, como medo, ansiedade e também esperança, expectativas, alegria.


Quase sempre resistimos a ter que nos reinventar por conta da incerteza e da sensação de perda de controle que muitas vezes nos traz angústia. Como nos diz Lacan, "a angústia surge do momento em que o sujeito eestá suspenso entre um tempo em que ele não sabe mais onde está, em direção a um temo onde ele será alguma coisa na qual jamais se poderá reencontrar".


Toda via, construir a aceitação de que não controlamos tudo é um grande alívio, pois reconhecendo a mudança como parte constante da vida, podemos talvez aprender algo e crescer com ela. Portanto, abraçar as mudanças como oportunidades crescimento é também uma escolha.


Construir redes de apoio e buscar a ajuda profissional de um psicólogo são atitudes que nos auxiliam nessas transformações, visto que ninguém é uma ilha. Ninguém está sozinho. Todos estamos em uma rede interdependente de afeto e ajuda mutua e a vida se torna mais interessante e fluida quando podemos contar uns com os outros. 


Focar no presente é útil, mas o passado deixa marcas em nossa vida que não é tão fácil de perceber e que influenciam o momento atual e o futuro. Como nos diz Rubem Alves: “Consulte sempre um advogado. Você tem direitos. Consulte sempre um psicanalista. Você tem avessos”.


0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page